quinta-feira, 9 de outubro de 2008

G4U usando FTP sem servidor de DHCP.

O que é o G4U??

Ghost For Unix, ferramenta que facilita a cópia de Hds bem como suas partições, pode ser usado de HD para HD ou em rede utilizando o recurso de FTP.

Versão Usada: Versão 2.1

Link: http://www.feyrer.de/g4u/g4u-2.1.iso

Mas já verifiquei que uma nova versão está disponível, esta eu ainda não testei! Link da nova versão: http://www.fehu.org/~feyrer/g4u/g4u-2.3.iso

Nesta dica irei mostrar como é fácil copiar Hds completos direto de um repositório, ou seja, um servidor. Esta rotina é muito útil quando estamos trabalhando com vários computadores de mesma configuração, economiza tempo e esforço!!

A principio certifique-se que seu servidor FTP está devidamente configurado e em funcionamento. IMPORTANTE: criar um usuário install no FTP, este será usado para conexão e troca de imagens entre as estações e o servidor.

Mãos no G4U!!!

1 - Configurar no setup a opção de boot pelo CD.

2 - Ao dar o boot pelo CD, o G4U já procura um servidor de DHCP, neste momento não precisa fazer nada, pois no nosso caso não haverá servidor de DHCP.

3 - Após carregar o sistema, você verá uma tela de Boas Vindas, ou a tela do "help", pois sempre que este comando for digitado, o sistema retorna para esta tela.

4 – Notei que meu teclado USB deu certos problemas para ser reconhecido, se seu teclado for USB verifique se o mesmo está funcionando, caso esteja funcionando passar para o passo 5, se não, fazer o seguinte:

- desconectar o teclado e reconectá-lo em uma outra porta USB. (Lembrando que este método somente funciona com a versão 2.1, versões anteriores não funcionaram, levei horas para descobrir este detalhe.. hehehe)

5 - Definindo o IP:

- Primeiro verifique qual a interface de rede que o G4U reconheceu, para isto basta digitar:

ifconfig -a

- Serão listadas as placas de redes existentes, estarão com os seguintes nomes: rtk0, vr0, lo0... algo do tipo...

- Com o nome da interface em mãos, iremos configurar o IP usando o seguinte comando:

ifconfig interface ip netmask máscara de subrede

- Agora temos que definir a rota:

route add default ip-do-gateway

- Pronto! A rede já está configurada, iremos criar a imagem no servidor.

6 - uploaddisk ServidorFTP NomeDaImagem.gz DiscoQueSeráGravado

-para saber quais discos rígidos seu computador possui use o seguinte comando:

disks

Será listado algo chamado de wd0 (Master da 1ªIDE), caso possua outros Hds instalados serão listados como: wd1(Slave da 1ªIDE), wd2 (Master da 2ªIDE) e wd3 (Slave da 2ªIDE).

-caso deseje saber quantas partições o HD possui basta digitar:

- parts wd0 (ou wd1, wd2, wd3)

Então para gravar a imagem no servidor de FTP teremos como exemplo o seguinte comando:

uploaddisk 192.168.1.24 imagem.gz wd0 (Este comando gravará todo o HD wd0 no servidor ftp cujo endereço é 192.168.1.24 no arquivo imagem.gz)

Caso seja necessário gravar apenas uma partição, basta adicionar a letra da partição no final do comando:

uploaddisk 192.168.1.24 imagem.gz wd0a (Este comando gravará no servidor somente a partição do HD)

7 - Neste momento é necessário fornecer a senha da conta install@ftp, e então o processo de criação da imagem será iniciado.

8 - Agora iremos baixar a imagem do HD da máquina piloto, que está no nosso servidor de FTP, para uma estação qualquer com a mesma configuração.

slurpdisk ServidorFTP NomeDaImagem.gz DiscoASerGravado

- Será solicitada a senha do usuário Install

Enfim o processo de cópia, do HD da máquina piloto para a estação qualquer, é iniciado. O G4U gravará a imagem que está no servidor para o HD local. Este processo usa o mesmo padrão que o “dd”, sendo assim a imagem será gravada bit a bit, portanto o G4U não se prende a plataformas operacionais, suportando Unix, Windows, Solaris, etc..

Obs: Após o G4U ser carregado na memória, o CD já pode ser retirado e usado em outro computador.
Obs1: O G4U é bootável também pela USB.

Considerações:

É importante que seja configurado no setup antes do boot:

- Em Drives: Sata Operation – Normal

Glossário:

G4U: Ghost For Unix

HD: HardDisk, Disco Rígido

FTP: File Trasnfer Protocol ou Protocolo de Transferência de Arquivos

USB: Universal Serial Bus

DHCP: Dynamic Host Configuration Protocol, ou protocolo de configuração dinâmica de endereço de rede.


Referências:

http://pt.wikipedia.org/wiki/ -

http://www.feyrer.de/g4u/ - Documentação oficial do G4U



2 comentários:

Willian Douglas disse...

Olá, o seu material do g4u me ajudou bastante, mas estou com problema para reconhecer placa de rede em uma placa mãe que tenho aqui. 945gc-m2 (dizem que é uma pcchips P17G). No manual da placa mãe fala que é uma "RTL 811x". Como fazer para que o boot do g4u reconheça está placa de rede?

VITÃO disse...

Olá ELIDIANE!!!!
Seu post é muito bom, porem tenho algumas dúvidas:
1ª - sempre usei o G4U na faculdade onde trabalho, mas a um tempo atras chegaram algumas máquinas novas com HD SATA que não consigo fazer a clonagem.Quando dou o comando "disks" para listar os HD'S não aparece nada como se não estivesse nenhum hd conectado.
Se para hd's IDE o padrão é WD0, para SCSI é SD0, como definir SATA?